Mãe, cadê o bebê? Repercussões do nascimento prematuro de um irmão

Mousquer, P. N., Leao, L., Kepler, D. F., Piccinini, C. A. & Lopes, R. D. C. S. (2014). Mãe, cadê o bebê? Repercussões do nascimento prematuro de um irmão. Estudos de Psicologia (Campinas), 31(4), pp. 527-537. doi: 10.1590/0103-166X2014000400007

[img]
Preview
Text - Published Version
Available under License : See the attached licence file.

Download (208kB) | Preview
[img]
Preview
Text (Attribution-Non Commercial 4.0 International) - Other
Download (202kB) | Preview

Abstract

O objetivo deste artigo foi investigar as repercussões do nascimento prematuro do bebê sobre o(s) seu(s) irmão(s), sob a perspectiva materna, durante a internação do recém-nascido na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. O estudo contou com a participação de 37 mães, entrevistadas no 15º dia após o parto. Elas responderam a instrumentos que contemplaram dados demográficos familiares, informações clínicas do bebê e da mãe, e a experiência da maternidade no contexto da prematuridade. A entrevista sobre maternidade continha questões acerca do irmão do bebê, cujas respostas foram examinadas a partir de análise de conteúdo qualitativa. Os resultados revelaram alteração na rotina dos irmãos em razão da maior ausência materna. Os sentimentos e reações dos irmãos incluíram questionamentos, preocupações, ciúme e ansiedade, ao lado de contentamento e curiosidade. A visita do irmão ao bebê prematuro não foi permitida por alguns hospitais. Evidencia-se a importância de os irmãos serem atendidos em suas necessidades de cuidado nesse período de hospitalização do bebê.

Item Type: Article
Uncontrolled Keywords: Irmãos; Nascimento prematuro; Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Subjects: R Medicine > RG Gynecology and obstetrics
Divisions: School of Health Sciences
URI: http://openaccess.city.ac.uk/id/eprint/12494

Actions (login required)

View Item View Item

Downloads

Downloads per month over past year

View more statistics